Associe-se!
Artigos 22/09/2020

Pix: a forma como você faz pagamentos nunca mais será a mesma

Vem aí o Pix, nova plataforma de pagamentos instantâneos criada pelo Banco Central do Brasil. A notícia está sendo amplamente repercutida, gerando muitas dúvidas e despertando a curiosidade entre os consumidores. Na verdade, a explicação é simples: sabe quando você precisa pagar ou transferir uma quantia em dinheiro no meio da tarde e a outra pessoa ou empresa que vai receber precisa esperar até o dia seguinte para a confirmação do valor? Com o Pix, essa história de esperar será praticamente coisa do passado, pois a solução promete fazer a operação imediatamente, com um simples clique.
 

Basicamente, o Pix é uma nova forma de transferir, pagar e receber valores, trazendo ainda mais liberdade, segurança, agilidade e conveniência aos usuários. Neste momento, o que está acontecendo é um movimento das instituições financeiras para um processo de pré-cadastro para utilização da ferramenta, no qual quem tem uma conta em um banco ou instituição financeira cooperativa como o Sicredi, por exemplo, já pode confirmar o interesse no uso do Pix, que começará a funcionar em todo o país a partir de 16 de novembro. 
 

Até lá, o cadastramento será em etapas e muitas instituições financeiras já se anteciparam e iniciaram a etapa de pré-cadastro para coleta de “chaves”, ou seja, informações como CPF, CNPJ, e-mail e número do celular dos interessados, que serão utilizados como identificação dos consumidores e que precisam ser repassados ao Banco Central a partir de 5 de outubro. É importante ressaltar que para “fazer um Pix” basta que o pagador saiba apenas um desses dados (“chaves”) do recebedor para conseguir efetuar um pagamento, acabando com aquela necessidade de compartilhamento de todos os dados bancários para realização de uma transferência. Por isso é tão importante o cadastro desta “chave” antecipadamente.
 

É importante destacar que o Pix não é um novo aplicativo e sim mais uma função que passará a ficar disponível dentro das plataformas digitais que você já usa, como o aplicativo da sua instituição financeira ou o internet banking. Por lá, via ícone Pix, será possível fazer facilmente o pagamento instantâneo pelas “Chaves Pix” cadastradas ou ainda através da leitura de QR Code. A operação poderá ser feita entre pessoas físicas, jurídicas e governo para pagamentos das Guias de Recolhimento da União.
 

Neste momento, você deve estar se perguntando: mas, afinal, será seguro fazer transferências pelo Pix? A resposta é sim! Todas as operações serão criptografadas, rastreadas e monitoradas 24 horas por dia durante os sete dias da semana, seguindo os mais rigorosos protocolos e com um sistema que se comunica diretamente com o Banco Central, a fim de evitar fraudes. Vale reforçar que mesmo com o Pix disponível, os consumidores ainda terão a opção de usar as alternativas tradicionais para movimentação de valores, como o DOC (Documento de Ordem de Crédito) ou a TED (Transferência Eletrônica Disponível).
 

O grande diferencial do novo meio de pagamento é que ele é um passo importante na evolução do Sistema Nacional Financeiro (SFN), pois a novidade chega para modernizar os mecanismos do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), que até então eram guiados por um conjunto de regras existentes há quase duas décadas. E além de muito mais segurança, eficiência e agilidade nas operações, a ferramenta também vai ao encontro de uma série de iniciativas das instituições financeiras voltadas para uma jornada de transformação digital na relação com clientes e associados. Caminhamos para nos tornar uma “sociedade cashless”, com operações financeiras mais sustentáveis, sem circulação de moeda em espécie, sem os riscos gerados na movimentação do dinheiro físico, com menos impacto ambiental e muito mais digital, com tudo disponível por meio de um simples clique, 24 horas por dia, sete dias por semana.
 

Fonte: Gisele Rodrigues - Superintendente de Soluções de Meios de Pagamento do Sicredi

Veja também:


SURDOLIMPÍADAS 2021 SERÁ REALIZADA NA SERRA GAÚCHA
Demanda da indústria apresenta melhora no mês de outubro
Hyva do Brasil conquista certificação como Excelente Lugar Para Trabalhar
Jost Brasil recebe homenagem do SIMECS pelos seus 25 anos
SIMECS recebe candidatos à Prefeitura de Caxias do Sul
SIMECS e Fátima Saúde estabelecem novo patamar em gestão da saúde empresarial
Do Lean à Indústria 4.0
Mercopar 2020
SIMECS lança Programa de Empreendedorismo Internacional
Inova Transformação em Veículos Especiais
Governador esclarece pontos da Reforma Tributária
SIMECS e Fátima Saúde firmam parceria
G.Paniz celebra quatro décadas de conquistas
Hospital Geral pretende arrecadar R$ 37 milhões em dois meses para concluir obras de ampliação
Sicredi e SIMECS: a parceria que pode potencializar o crescimento de sua empresa
BYRos Brasil empresa com Soluções para Conectividade Elétrica e de Dados para Ambientes e Mobiliário
SIMECS homenageia a Metalúrgica Buzin pela passagem de seus 50 anos.
Hyva do Brasil recebe homenagem do SIMECS por seus 25 anos
3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano com inscrições abertas para webinars em setembro
Levantamento mensal do SIMECS aponta aumento gradual na demanda da indústria em agosto
Juntos Somos Mais Fortes
Oportunidades disponíveis para alavancar o seu negócio
Edreaza Componentes Automotivos completa 30 anos de atividade
Hyva do Brasil celebra 25 anos
Agrale vai fabricar caminhões elétricos da tradicional marca FNM
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Assessorias
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Projetos
Máquinas de Soldagem Sumig prontas para indústria 4.0 podem ser adquiridas via financiamento no BNDES
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Convênios
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Inovação
SIMECS e Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos assinam Convenção Coletiva 2020
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Produção
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Gestão de Pessoas
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Finanças
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Marketing e Vendas
Demanda da indústria apresenta leve melhora em levantamento mensal do SIMECS
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Estratégia
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Crédito
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Plano de Contingência
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Medidas Protetivas
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Trabalhista
Modelo de Plano de Contingência
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19: Tributário
SIMECS recebe pauta de reivindicações do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos
Guia SIMECS de Sobrevivência à COVID-19
SIMECS, Empresas Randon e Marcopolo entregam ventiladores pulmonares para reforçar rede hospitalar da Serra Gaúcha
Presidentes do SIMECS e Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos se encontram para discutir ações para empresas e trabalhadores
Prefeitura apresenta ofício encaminhado ao governador para entidades e sindicatos
SIMECS Com você
AÇÕES JUDICIAIS RELEVANTES
Levantamento mensal do SIMECS aponta preservação de empregos no setor
Papo com Especialistas Perspectivas econômicas frente à crise do Coronavírus
SIMECS, entidades e empresas doam 130 toneladas de alimentos para famílias caxienses durante pandemia
PRORROGAÇÃO DOS PRAZOS DE VENCIMENTO DAS PARCELAS MENSAIS DOS PARCELAMENTOS ADMINISTRADOS PELA RFB E PGFN
SIMECS apresenta novo posicionamento
SIMECS apoia a fabricação de ventiladores pulmonares
Protocolos de enfrentamento da Covid-19
Obrigações Ambientais
Randon, Marcopolo e Simecs doam cerca de R$ 3 milhões para rede de saúde de Caxias
SUBIR