Notícias e Informativo Gerais

Informe Econômico SIMECS

Confiança dos empresários atinge menor nível desde outubro

A confiança dos empresários caiu 2,7 pontos em março, atingindo o patamar de 94 pontos. Trata-se do menor nível desde outubro do ano passado. A informação consta de pesquisa divulgada na segunda-feira (1º) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). O Índice de Confiança Empresarial (ICE) engloba avaliações feitas nos quatro principais setores da economia: Indústria, Serviços, Comércio e Construção. Segundo informações do portal G1, houve recuo em todos os índices que entram na formação do indicador. No campo específico da confiança da indústria houve queda de 1,8 pontos. De acordo com avaliação da FGV, o indicador de confiança tem oscilado de forma marcante desde o final do ano passado. Nesse contexto, o ritmo lento da economia a partir da posse do novo governo, os elevados níveis de incerteza econômica, bem como as dificuldades de articulação política em torno da reforma da Previdência, são apontados como os fatores negativos mais impactantes. O levantamento da FGV abrangeu dados coletados junto a uma amostra de 4.392 empresas, entre os dias 1º e 27 de março.

PREVISÃO do PIB PARA O ANO CAI PARA MENOS DE 2%

Pela primeira vez no ano, a previsão de alta para o PIB recuou do patamar de 2%. A avaliação é dos economistas do mercado financeiro, ouvidos semanalmente pelo Banco Central. Nas últimas cinco semanas a estimativa de alta do Produto Interno Bruto (PIB) para 2019 foi reduzida. De acordo com o Relatório FOCUS, feito junto a mais de 100 instituições financeiras do país, o PIB deste ano deverá crescer 1,98%. Há um ano a estimativa para o PIB 2019 estava em 3%. O número veio caindo ainda no ano passado, chegando em janeiro deste ano no patamar de 2,6%. Desde então, o aumento da incerteza e a lentidão da retomada na economia influenciaram negativamente o indicador, que alcançou os 2% na semana passada. Seguindo a tendência de um menor otimismo com a economia, também houve recuou na previsão para o próximo ano. Nesse sentido, a perspectiva do mercado financeiro baixou de 2,78% para 2,75%. As previsões para 2021 e 2022 mais uma vez permaneceram estáveis, em 2,5%.

Fonte: Assessoria Econômica



Voltar para página anterior

SIMECS

Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul

Fone/Fax (54) 3228.1855

simecs@simecs.com.br